O QUE É ESPIRITISMO III- JOVEM


totalgifs.com amor  amor gif gif 22.gif



Objetivos:

a) demonstrar que, muitas vezes, por  presunção ou  “pré-conceitos”, fechamo-nos em pontos de vista que impedem a salutar discussão e conseqüente elucidação de fatos, conceitos etc...
b)em função disto, poderemos distorcer e/ou comprometermo-nos diante de momentos importantes em nossa existência.

Ativ. I – Incentivação: ”LABORATÓRIO”.

“O tempo que se emprega na crítica pode ser usado em construção” (André Luiz-Sinal Verde)

1-O pensamento acima será escrito no quadro;
2- uma atividade sensorial será desenvolvida a fim de que observemos mais profundamente, além das aparências;
3- dois copos iguais com água (um diluído com alvejante VEJA e outro com vinagre) serão colocados sobre a mesa para observação dos jovens;
4-todavia, o coordenador trará um copo por vez;
5-suscitará observação séria e a conclusão: “são iguais ou diferentes em seu conteúdo? ;  “como e por que chegaram às suas certezas”(poderão escrever em 5’o seu relatório);
6-Com base nas afirmações dos jovens o Coordenador concluirá que sem CRITÉRIOS BÁSICOS sobre qualquer que seja o assunto NÃO se pode afirmar veementemente coisa alguma;
7-Com uso do medidor de PH demonstrar-se-á o conhecimento que se adquire após a EXPERIMENTAÇÃO e o ESTUDO.
8-Com conceitos básicos de Química sobre a composição do Vinagre (CH3CO2 + H20 = CH3CO2- + H2O + H+) E
do alvejante (NAOH + H20 = NA+OH- + H20), entrar-se-á no tema do estudo.

ATIV II - Desenvolvimentyo –  ‘’INTERAÇÃO”.

·         Exposição dialogada e interrogativa sobre ‘O Crítico’de OQEE,’ lincando’ à experiência acima.
·         Leitura com discussão da questão 6, pág. 60 do livro, também com base na experiência.
·         Idem para as questões 7 e 8.

ATIV III - – Avaliação –  “SITUAÇÃO PROBLEMA”

=Um freqüentador do CEAK, há dois meses participa apenas das reuniões públicas. Recebe o passe e vai embora.
=Procurou o presidente dizendo que, agora que observou e sabe como “esticar ”as mãos, quer  “dar”passes também.
=Ele poderá fazer isto? Tem ele os CRITÉRIOS necessários para a tarefa? Que critérios são esses?

== levantamento dos critérios no quadro branco ===

=Quando informado de tudo isto, que fez ele? (ouvir e concluir)

ATIV IV – Fixação “ESTALACTITE E ESTALAGNITE”.

a)      Conceituaremos os itens acima;
b)      Com uso desta imagem, buscaremos ler o cap. 36 de SINAL VERDE, André Luiz: Temas da Crítica.
c)       “Lembre-se: por vezes, basta apenas um martelo para arrasar aquilo que os séculos construíram”.
d)      Somos verdadeiros críticos, na acepção de Kardec? Como desenvolvermos o senso de crítica?

0 comentários:

Postar um comentário