Pluralidade dos mundos habitados I


2. OBJETIVO: A criança deverá identificar na pluralidade e diversidade dos mundos existentes recursos do Amor e Sabedoria de Deus com vistas à progressão dos Espíritos.

3. BIBLIOGRAFIA:
João, 14:2; Mt, 5: 5
ESE, cap. 3: LE, 55 a 58 e 172 a 188; Ge, cap. 11: 38 a 48
A Caminho da Luz (Emmanuel/F.C.Xavier), cap. 3, 7 e 25.

4. AULA:
a) Incentivação inicial: O Evangelizador escreverá em letras grandes no quadro ou em tiras de papel a seguinte frase: “Há muitas moradas na casa do meu Pai”. Em seguida, perguntará às crianças como interpretar as palavras de Jesus: “muitas moradas”, “casa de meu Pai”, passando, logo após, para o desenvolvimento da aula.

b) Desenvolvimento: O Evangelizador levará a criança a relembrar as lições de Geografia que certamente já teve na escola, procurando chamar a atenção para a imensidade do espaço sideral, as distâncias astronômicas e a quantidade imensa de astros entre os quais a Terra não se destaca nem pelo seu volume, nem pela sua beleza ou constituição física.
Só para termos uma pequena idéia da grandiosidade do Universo criado por Deus: a ciência astronômica nos informa que, numa noite clara, podemos ver, a olho nu, cerca de 5.000 estrelas; se utilizarmos um grande telescópio, poderá ser observada a luz de bilhões de estrelas. Entretanto, diz ainda a Ciência, que isto que é observado por telescópio não passa de uma pequena gota num oceano. Daí, só palidamente podemos entender a grandeza da obra divina, com bilhões de mundos espalhados pelo espaço universal.
Outra observação científica: uma galáxia é um conjunto de estrelas, nebulosas e aglomerados estelares;.Somente em nossa galáxia – a Via Láctea (assim denominada porque parece um caminho leitoso) – , onde se encontra o nosso Sistema Solar, calcula-se que existam mais de 100 bilhões de estrelas!
Sendo assim, um astro de pequeno tamanho na imensidade do Cosmo, porque teria a Terra o privilégio de ser o único astro habitado? Não seria mais lógico admitir que todos eles são moradas
de Espíritos em diferentes graus de evolução e que, se não temos conhecimento sobre a vida em outros mundos, isto se deve ao fato de não ter, ainda, a
Ciência conseguido comprovar esta realidade?
Entre nós, o desenvolvimento da criança e do adolescente se processa ajudado por escolas diferentes: a pré-escola, o 1º grau, o 2º grau e as faculdades, cada uma delas dotada de condições específicas para atender aos alunos em determinada faixa de evolução. Da mesma forma, para atender ao desenvolvimento de Espíritos diferentes, existem diferentes categorias de mundos, assim:

a) 
MUNDOS PRIMITIVOS: são mundos recém-formados, onde aparece a vida nos seus estágios iniciais.
A Terra já foi um mundo primitivo.
b) 
MUNDOS DE PROVAS E EXPIAÇÕES: nestes mundos dominam as paixões ainda incontidas: a avareza
e a violência gerando as guerras; o egoísmo gerando as injustiças sociais, etc., ou seja, o mal predomina sobre o
bem. A Terra está, atualmente, nesta categoria.

c) 
MUNDOS DE REGENERAÇÃO: são mundos onde os espíritos já atingiram um mais alto grau de evolução,
havendo, por isto mesmo, um ambiente de mais paz e entendimento entre os seus habitantes.

d)
 MUNDOS FELIZES: onde se vive num ambiente de amor e fraternidade, evidenciando-se, ali, todas as
virtudes.

Plano de Aula IDADES: 11 / 12

A Terra vive agora os prenúncios da transição, quando passará de “Mundo de Provas e Expiações”, para “Mundo de Regeneração”, época em que experimentará grandes transformações. Não mais entre nós os desentendimentos entre as nações gerando as guerras com todo o seu cortejo de sofrimento; não mais entre nós a fome, a miséria, as grandes injustiças sociais. Isto porque o Amor, germinando enfim no solo dos corações, adubado pelas lágrimas durante séculos de sofrimento, ditará leis humanas fraternas e justas. Leis cheias de fraternidade e sabedoria surgirão espontâneas do íntimo dos corações agora amadurecidos, evangelizados, despertos, enfim, para a sublimidade do “amai-vos uns aos outros” ensinado por Jesus.
A sinceridade dos propósitos, as intenções enobrecidas irradiando-se das mentes aqui congregadas inundarão a atmosfera da Terra de suavíssimas vibrações de intraduzível bem estar e felicidade. No entanto, a Terra assim transformada, enobrecida, tornando-se morada de espíritos evoluídos, não terá mais condições de oferecer guarida àqueles outros rebeldes e empedernidos que, não tendo aproveitado as oportunidades de evolução que aqui lhes
foram oferecidas, não progrediram o suficiente para adaptar-se às suaves vibrações de seu novo clima magnético.
Tais espíritos serão afastados da Terra para não perturbarem a paz de suas comunidades cheias de virtudes e que, pelas suas próprias lutas, mereceram desfrutar de um ambiente mais feliz. Eles serão conduzidos a mundos inferiores. Ali lutarão para sobreviver contra a agressividade de uma natureza primitiva; conviverão com seres que
estagiam nos primórdios da evolução; sofrerão uma grande nostalgia, uma imensa saudade que lhes virá do conhecimento inconsciente que trarão consigo a respeito de um mundo mais confortável em que viveram, de uma pátria feliz que possuíram um dia e que perderam. A par desta dura expiação, eles desenvolverão ali um trabalho que lhes trará
grandes méritos, promovendo, com sua inteligência desenvolvida, o progresso daquele mundo primitivo e o maior bem-estar de seus habitantes.
A Terra, que se prepara agora para encaminhar a outro planeta Espíritos que não se sensibilizaram diante dos ensinamentos do Evangelho de Jesus, permanecendo rebeldes, violentos, gananciosos, ávidos de poder, ela própria recebeu, há milênios, Espíritos vindos de um planeta do sistema Cabra ou Capela, da constelação do Cocheiro.
Esses Espíritos, rebeldes e criminosos, que não se dispunham a um esforço no sentido de progredirem no campo do sentimento, estavam dificultando a implantação definitiva do reino do bem.
A transferência desses Espíritos é relatada por Emmanuel: “As grandes comunidades espirituais, diretoras do Cosmos, deliberaram, então, localizar aquelas entidades, que se tornaram pertinazes no crime, aqui na Terra longínqua, onde apreanderiam a realizar, na dor e nos trabalhos penosos do seu ambiente, as grandes conquistas do coração e impulsionando, simultaneamente, o progresso dos seus irmãos inferiores. Foi assim que Jesus recebeu, à luz do seu reino de amor e de justiça, aquela turba de seres sofredores e infelizes.” (A Caminho da Luz, cap. 3).
Diante destas explicações que a Doutrina Espírita nos oferece, compreendemos que estamos vivendo hoje uma oportunidade decisiva. Se não nos esforçarmos no sentido de nos aprimorarmos moralmente, progredindo o necessário, seremos afastados daqui porque, no curso do terceiro milênio, a Terra tornar-se-á um “Mundo de Regeneração” e será a morada de Espíritos virtuosos, mansos e pacíficos que a terão herdado, conforme a promessa de Jesus: “Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a Terra.”(Mt, 5: 5).

c) Fixação e/ou avaliação: Complete a frase.
O Evangelizador distribuirá um exercício, da página 60, a cada criança, a fim de que sejam preenchidos os
espaços em branco. Cada frase deverá ser completada com as palavras que estão entre parênteses. 

d) Material didático: Ilustração representando o nosso Sistema Solar; cópias do exercício; lápis e borracha.

 
1) Disse ………………………: “Há muitas ………………………… na ………………………….......
do meu …………………………”. (casa, moradas, Jesus, Pai).
2) Existem outros …………………… habitados no imenso ………………………… criado por
….….…..........…, conforme nos ensina o ………………………. (Deus, Espiritismo, mundos, Universo).
3) A …………… é um ………………….. em …….……………………., mundo de.............................
e expiações, onde ainda existem as …………………………. inferiores, que provocam o desentendimento e a
........................................ entre os homens. (guerra, Terra, mundo, evolução, provas, paixões).
4) A Terra será em breve um ………………………………........onde os espíritos aqui congregados
desfrutarão de grande ……………………….. (mundo de Regeneração, felicidade).
5) A .................................... é a nossa ........................................ escola planetária, onde nos reencarnamos,
para continuarmos a nossa .................................................(abençoada, evolução, Terra).
1) Disse ………………………: “Há muitas ………………………… na ………………………….......
do meu …………………………”. (casa, moradas, Jesus, Pai).
2) Existem outros …………………… habitados no imenso ………………………… criado por
….….…..........…, conforme nos ensina o ………………………. (Deus, Espiritismo, mundos, Universo).
3) A …………… é um ………………….. em …….……………………., mundo de.............................
e expiações, onde ainda existem as …………………………. inferiores, que provocam o desentendimento e a
........................................ entre os homens. (guerra, Terra, mundo, evolução, provas, paixões).
4) A Terra será em breve um ………………………………........onde os espíritos aqui congregados
desfrutarão de grande ……………………….. (mundo de Regeneração, felicidade).
5) A .................................... é a nossa ........................................ escola planetária, onde nos reencarnamos,
para continuarmos a nossa .................................................(abençoada, evolução, Terra).
1) Disse ………………………: “Há muitas ………………………… na ………………………….......
do meu …………………………”. (casa, moradas, Jesus, Pai).
2) Existem outros …………………… habitados no imenso ………………………… criado por
….….…..........…, conforme nos ensina o ………………………. (Deus, Espiritismo, mundos, Universo).
3) A …………… é um ………………….. em …….……………………., mundo de.............................
e expiações, onde ainda existem as …………………………. inferiores, que provocam o desentendimento e a
........................................ entre os homens. (guerra, Terra, mundo, evolução, provas, paixões).
4) A Terra será em breve um ………………………………........onde os espíritos aqui congregados
desfrutarão de grande ……………………….. (mundo de Regeneração, felicidade).
5) A .................................... é a nossa ........................................ escola planetária, onde nos reencarnamos,
para continuarmos a nossa .................................................(abençoada, evolução, Terra).
1) Disse ………………………: “Há muitas ………………………… na ………………………….......
do meu …………………………”. (casa, moradas, Jesus, Pai).
2) Existem outros …………………… habitados no imenso ………………………… criado por
….….…..........…, conforme nos ensina o ………………………. (Deus, Espiritismo, mundos, Universo).
3) A …………… é um ………………….. em …….……………………., mundo de.............................
e expiações, onde ainda existem as …………………………. inferiores, que provocam o desentendimento e a
........................................ entre os homens. (guerra, Terra, mundo, evolução, provas, paixões).
4) A Terra será em breve um ………………………………........onde os espíritos aqui congregados
desfrutarão de grande ……………………….. (mundo de Regeneração, felicidade).
5) A .................................... é a nossa ........................................ escola planetária, onde nos reencarnamos,
para continuarmos a nossa .................................................(abençoada, evolução, Terra

2 comentários:

Denise disse...

ADOREI! VOU UTILIZAR, OBRIGADA

simone santana dos santos disse...

O Evangelho segundo o espiritismo - cap. III, item 4 , o mundo de regeneração diz: " mundos de regeneração, nos quais as almas que ainda têm que expiar haurem novas forças, repousando das fadigas da luta." e não que o mundo de regeneração são mundos onde os espíritos já atingiram um mais alto grau de evolução, estes seriam os mundos celestes ou divinos, ainda segundo o Evangelho. O texto acima necessita de uma correção. Grata pela atenção, \simone

Postar um comentário