Leis morais: Lei de justiça, amor e caridade.

Aula 1:

Tema: Lei de justiça, amor e caridade.

Aula para o Maternal.

Objetivos: Desenvolver os sentimentos de amor ao próximo, mostrar a eles que para chegar a felicidade, temos que ter amor, fé e caridade, fraternidade e que todos esses sentimentos estão ligados entre si.

Estratégia: Montar um trenzinho, dentro de cada um dos vagões tem os nomes de um dos sentimentos citados, este trem tem um destino, a Cidade da Felicidade. Os passaportes são a caridade (coração) e a alegria (chapéu). Pedir para que eles recortem, colem e pintem o trenzinho já desenhado na cartolina (com cola colorida).

Relato: Foi uma forma simples, mas divertida de eles terem uma noção sobre os sentimentos. Todos participaram.

Aula realizada na SEBP.

Aula 2:

Tema: Lei de justiça, amor e caridade.

Objetivos: Compreender que esses sentimentos se desenvolvem na medida em que progredimos moralmente. Valorizar e vivenciar a máxima cristã: Amai-vos uns aos outros. Aprimorar e cultivar o senso de cooperação, colocando seus dons a disposição dos que conosco convivem.

Estratégia: Pequenos cartazes (um com o desenho de um repolho, outro com o de uma rosa) destacando o que acontece em cada um (o repolho, conforme saem as folhas, vai se fechando e a rosa nasce fechada e depois abre-se para embelezar a natureza). Para se comer o repolho de tão fechado é necessário cortá-lo bem fininho. Questionamentos: o que acontece quando fazemos como o repolho? Como podemos parecer com a rosa? Como deve ser a nossa vida, como repolho ou como rosa? Após oferecer fichas a cada um, para que leiam em voz alta e comentem em grupo, será dada uma cruzadinha sobre o que ajuda uma família a viver bem, e pedir que escrevam e falem o que não apareceu na atividade (por exemplo, evangelho no lar). Dobradura do barco que na última etapa se transforma em camiseta, simbolizando o engajamento, o compromisso na prática ou vivência das atitudes que foram comentadas. Canto da Oração de São Francisco (se houver tempo). Salientar a importância de começarmos na família a prática do amor ao próximo se estendendo para os outros.
Dobradura do barco:



Material: Uma folha em branco para cada um.

Descrição: Somos chamados por Deus à vida, e esta nossa vida nós podemos representar como um barco que navega em alto mar. (fazer o barco de papel).


Há momentos da nossa vida que este mar se mostra calmo, mas em muitos momentos nós navegamos por entre tempestades que quase nos leva à naufragar. Para não corrermos o risco de naufragar precisamos equilibrar bem o peso de nosso barco, e para isso vejamos o que pode estar pesando dentro desse barco.
O barco pesa do lado direito. São as influências do mundo. Ex: Ambição, drogas, inveja, etc.
Vamos tirar de dentro do nosso barco tudo isso para que ele se equilibre novamente. (Cortar a ponta do lado direito do barco)
Navegamos mais um pouco e de repente percebemos que o outro agora é que está pesado, precisamos tirar mais alguma coisa deste barco. Deste lado do barco está pesando: Egoísmo, infidelidade, impaciência, desamor, falta de oração, etc. (Cortar a ponta do lado esquerdo do barco)
Percebemos agora que existe uma parte do barco que aponta prá cima, é a nossa fé em Jesus que nós queremos ter sempre dentro do nosso barco, esta nossa fé nós vamos guardar e cuidar com carinho para nos sustentar na nossa jornada. (Cortar a ponta de cima do barco e colocar em algum lugar visível)
Vamos abrir este nosso barco e ver como ficou (Abrindo parece uma camisa).
Convidar os evangelizandos para “vestir” a camisa da doutrina espírita, colocando em prática os ensinamentos aprendidos.
Relato: A aula transcorreu bem, participaram e na confecção da camiseta se empolgaram. Não cantamos.
Aula realizada na SEBP

3 comentários:

Anônimo disse...

Muito lindo o seu trabalho. Parabéns!

Valeria Ribeiro disse...

Olá, adorei a dinâmica da aula, porém ao chegar na parte de cortar a ponta do braco para transformá-la em uma camiseta, foi meio complicado. Tive de ficar testando como fazer. Sugiro que vcs postem o desenho dos procedimentos até o final. Ficou bem legal!

Maria Amelia disse...

fiquei encantada com seu jeito de ensinar... beijos...

Postar um comentário